Securitário SP

Campanha Salarial 2017-2018: patrões não apresentam contraproposta e negociação emperra


O Sindicato dos Securitários de São Paulo informa à categoria que não foi firmado acordo junto à Comissão de Negociação da CNseg (Confederação Nacional das Seguradoras), durante audiência realizada no dia 19/12, no Rio de Janeiro.

A pauta reivindicatória da categoria securitária foi prontamente recusada pelos representantes patronais e não houve contraproposta.

Recusando-se a negociar e analisar a pauta de reivindicação da categoria, os donos do capital utilizaram como argumentos as perspectivas do mercado e a crise política e econômica na qual o país está inserido para se recusarem a negociar. Afirmaram ainda que vão aguardar o fechamento dos índices econômicos no próximo mês para retomarem a negociação.

Durante as discussões, ficou claro que o patronato pretende inserir na Convenção Coletiva de Trabalho 2018 aspectos da Reforma Trabalhista, lei recém-aprovada que visa retirar direitos da classe trabalhadora.

É consenso entre os representantes dos trabalhadores securitários que a negociação terá que passar pela garantia de conquistas já estabelecidas na atual Convenção da Coletiva de Trabalho da categoria.

O Sindicato dos Securitários de São Paulo comunica aos trabalhadores que a data-base da categoria foi mantida em 1º de Janeiro. Todas as cláusulas contidas na Convenção Coletiva de Trabalho atual serão mantidas até o fechamento e assinatura do novo acordo.

Continuemos mobilizados e organizados.



Fonte: www.securitariosp.org.br

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017


Imprimir Enviar por email

Volte ao Topo

Av. Nove de Julho, nº 40, Bela Vista - SP

Cep.: 01312-000 Tel.: (11) 3259-0411

Sindicato dos Securitários do Estado de São Paulo.

2017 © Todos os direitos reservados

Clique e saiba como chegar

Desenvolvido por: LeSystem