Securitário SP

Patrões voltam atrás e nova proposta desvaloriza trabalhador em corretora de seguros



Como é público e notório, as negociações com o SINCOR-SP (Sindicato de Empresários e Profissionais Autônomos da Corretagem) estão paradas.

Neste ano de pandemia tudo tem sido atípico, inclusive a postura dos patrões que compõem a mesa de negociação.

Em 04 de fevereiro deste ano, Sindicato dos Securitários e SINCOR-SP haviam chegado a um acordo verbal e por escrito sobre os percentuais que irão incidir sobre os salários dos trabalhadores. O comando de negociação do SINCOR-SP informara que aquela era a PROPOSTA DEFINITIVA e que a mesma foi fruto de muitas discussões com o grupo de negociação patronal.

No dia seguinte, 05 de fevereiro, consideramos que as cláusulas atendiam significativamente as reivindicações, informamos a aceitação dos termos e enviamos a Minuta da Convenção Coletiva de Trabalho 2021 para o colhimento das assinaturas.

Sendo assim, pensávamos ter finalizado mais uma negociação e colocado um fim à angústia dos trabalhadores que esperam ansiosos sua justa valorização.

Ledo engano. A partir daí o que ocorreu foi um silêncio total por parte do SINCOR-SP.

Solicitamos diversas vezes o envio da Convenção Coletiva de Trabalho com as devidas assinaturas, pois o trabalhador corretor de seguros a todo momento nos cobrava uma posição referente ao acordo que irá balizar sua vida profissional durante o ano de 2021.

Passado mais de 1 mês e para nossa surpresa, em 16 de março, o comando de negociação que representa os patrões entrou em contato com Sindicato dos Securitários informando o recuo na proposta que havia feito anteriormente, rebaixando ainda mais os percentuais e desvalorizando a categoria dos corretores de seguros.

Essa medida por parte do SINCOR-SP, além de injusta e precária, gera insegurança aos trabalhadores, principalmente durante a pandemia do novo coronavírus, penalizando ainda mais àqueles que ajudaram a construir os lucros das Corretoras.

A Diretoria do Sindicato dos Securitários de São Paulo aguarda a reabertura do diálogo e espera que os patrões honrem e cumpram o que havia sido acordado entre as partes.


#sincorspnaovalorizatrabalhador


Fonte: www.securitariosp.org.br

segunda-feira, 22 de março de 2021


Imprimir Enviar por email

Volte ao Topo

Av. Nove de Julho, nº 40, Bela Vista - SP

Cep.: 01312-000 Tel.: (11) 3259-0411

Sindicato dos Securitários do Estado de São Paulo.

2017 © Todos os direitos reservados

Clique e saiba como chegar

Desenvolvido por: LeSystem